Los Cabos descrita por um especialista

Los Cabos e um dos lugares mais magicos que ja tive o prazer de conhecer. Muito difícil de explicar para quem nunca ouviu falar ou ja visitou, pois as paisagens desérticas se misturam com belíssimas praias de agua verde esmeralda e azul turquesa.

Conheci Los Cabos em 2008, quando levei um grupo seleto de clientes para conhecer esse belo lugar, ate então desconhecido pelos brasileiros, que lotavam as praias de Cancun na época, em busca de aguas azul turquesa e tacos mexicanos.

Essa historia e real e aconteceu mesmo! Era agosto de 2008 e se iniciava a Temporada de Furacoes do Caribe e do Pacifico. Nossa viagem estava planejada para final de setembro, e ja estávamos com tudo acertado - ficaríamos no hotel Westin Los Cabos, os passeios que faríamos para conhecer o destino ja estavam reservados com um receptivo local e na época, voaríamos de Mexicana de aviacion, cia área que viria a falir anos depois.

No começo de setembro, ficava ligado no weatherchannel.com, para justamente acompanhar o movimentos dos furacoes, e nao e que apareceu na altura ainda do Panama a formacao de uma tempestade tropical que se intensificava conforme subia para o norte? Puts, era tudo que a gente não precisava - ligava a cada 48h para um amigo em Los Cabos, para saber da voz de um experiente no assunto as possíveis alternativas, caso o pior acontecesse.

Resumindo, dois dias antes de embarcarmos em Guarulhos, Los Cabos havia sido atingida pelo furacão, muita chuva (que por la e rara e acontece penas de 5 a 8 dias no ano), ventania mas nada que impedisse nossa viagem - ufa! Depois de uma noite em voo, uma conexão imediata, chegamos nesse paraíso.

Vista do avião, uma miragem no horizonte - lindas praias em meio ao deserto - algo que para nos brasileiros era super novo.

Passamos dias espetaculares, visitando hotéis que marcaram muito minha carreira de hoteleiro ate então, pois o nível do serviço prestado, a educação das pessoas e a riqueza nos detalhes, me impactaram.

Um dos passeios que fiz, como bom mergulhador que sou, foi para um paraíso citado inúmeras vezes pelo biólogo marinho e desbravador Jacques Cousteau, que batizou o Mar de Cortez e a ilha de Espiritu Santo, como aquário do mundo.

Distante 2 horas de viagem em carro de Los Cabos, a cidade de La Paz (capital da Baja California) e o porto de entrada a esse parque marinho e as ilhas de Espiritu Santo.

La pegamos um barco para navegarmos em busca dos golfinhos, leões marinhos e o tubarão baleia, muito ativo naquela região.

Não demorou muito e la ja avistávamos os leões marinhos e golfinhos, que rodeavam o barco. Lindo.

O barqueiro parou e disse - quem quer mergulhar? Puts, nao precisava dizer duas vezes, pulamos no mar e afundamos para ver a beleza marinha riquissima - os leoes marinhos passavam ao nosso lado como jatos, brincando e fazendo pose para fotos. Algo muito especial, mas do nada apareceu o que mais queríamos vivenciar - o tubarão baleia.

Lindos, com seus movimentos lentos e caracteristica unica com bocas grandes e gordinhos. Algo que nunca esqueci e ficou marcado na memoria ate hoje. So quem ja vivenciou essa experiencia saberia descrever a emoção.

Seguimos navegando e nos impressionando com as belas paisagens. Veja abaixo q beleza única.

Parece pintura!

Agua limpida, transparente, quentinha e relaxante.

Foi um dia intenso e no fim da tarde regressamos para Los Cabos. Nessa viagem, estava hospedado o Westin, um hotel maravilhoso, com todos os quartos vista mar, amplos e uma equipe pra la de especial.

Tudo correu super bem, voltamos para o Brasil mas o sentimento de querer voltar aflorava.

No ano seguinte, nas minhas ferias e lua de mel, adivinha onde escolhi ir?

Los Cabos, la fomos nos - ficamos 15 dias, nessa vez num hotel que eu chamaria de casa nas próximas 26 vezes que voltei, o Sheraton Hacienda del Mar, dirigido por um cara especial e amigo, o Renato Mendonca, e uma equipe pra la de competente: o Ricardo Iriate, que hoje e gerente do Solaz Los Cabos e da Miriam Leon.

Uma antiga fazenda mexicana, a beira mar, em um condomínio enorme com campos de golf e outros dois hotéis, o Sheraton me recebia toda vez como se fosse a primeira, uma equipe de gerentes que se tornaram amigos, funcionários que se tornaram família e momentos especiais em cada viagem realizada, seja para visitar o destino com clientes, ou fazer fotos para grandes marcas e belíssimas modelos internacionais.

Numa das viagens, fui com minhas 3 filhas, na época com 16 , 13 e 4 anos, e claro, ficamos no Sheraton.

Dias únicos, mas a experiencia que vivenciaríamos também nos marcou muito.

Fizemos o Whale Watching, a bordo de barcos rápidos fomos em busca das baleias cinzentas entre outras.

Impressionante, pois chegavamos muito perto delas, e a bordo, alem do piloto do barco, havia um oceanógrafo que contava sobre cada baleia avistada, seus hábitos, sua vida e todos os movimentos migratórios repetidos ao longo de suas vidas.

Nao precisa falar que as meninas piraram!!!

Olha so as fotos abaixo e vejam que não e lorota!!!

Sentimos os respingos de agua do mar nessa hora

De repente, ela aparece!

e de novo!

Esse era o barco do nosso lado - foi impressionante a experiencia.

O mais legal, e que os mexicanos tem um pais lindo como o nosso, mas eles aprenderam com os americanos a forma de explorar suas riquezas naturais de forma respeitosa e criteriosa, se preocupando sempre com a preservação das especies, do baixo impacto ambiental e acima de tudo, com um serviço de altíssima qualidade.

Quem quiser conhecer esse paraíso, de verdade, ligue para gente antes de ir, pois conhecemos como ninguém esse lugar magico, desde aquele restaurante que so o local conhecer e você como turista, nunca conheceria, ate as dicas mais simples que tornarão sua viagem, única, como foi para mim.

Ate breve!



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo